Prevenção

Nos links, encontraremos materiais para prevenção, curativos, pesquisas antidrogas.

Capacitação

Capacitação

Curso de prevenção do uso de drogas para educadores de escolas públicas

Configura-se em uma iniciativa da Senad em parceria com o Ministério da Educação – MEC e execução pela Universidade de Brasília – UnB que oferece nesta quinta edição, 70 mil vagas para professores, coordenadores e gestores de escolas públicas, do Ensino Fundamental e Médio, de escolas públicas de todo o país. As inscrições estão abertas até dia 06 de agosto no site educadores.senad.gov.br
data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{D9C281A9-CF7A-44F1-821B-45ADBE29AF5D}/separacao.gif

Curso Supera – Sistema para detecção do uso abusivo e dependência de substâncias psicoativas:
Encaminhamento, intervenção breve, Reinserção social e Acompanhamento

O curso Supera é executado em parceria com a Universidade Federal de São Paulo – Unifesp e oferece a cada edição, 5.000 vagas para profissionais de saúde e da assistência social que atuam no tratamento de usuários de álcool e outras drogas em todo o País.

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{D9C281A9-CF7A-44F1-821B-45ADBE29AF5D}/separacao.gif

Curso de prevenção do uso de drogas em instituições religiosas e movimentos afins – Fé na Prevenção

O curso Fé na Prevenção é executado em parceria com a Universidade Federal de São Paulo – Unifesp e oferece, a cada edição, 5.000 vagas para lideranças religiosas de diferentes doutrinas e movimentos afins no intuito de ampliar o conhecimento técnico sobre drogas, qualificar o acolhimento dos membros da comunidade e mobilizar a rede de serviços disponíveis para a prevenção, o tratamento e a reinserção social de usuários e dependentes, bem como o apoio aos familiares.

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{D9C281A9-CF7A-44F1-821B-45ADBE29AF5D}/separacao.gif

Curso de prevenção ao uso indevido de drogas – Capacitação para conselheiros e lideranças comunitárias

O Curso “Prevenção ao uso indevido de drogas: Capacitação para conselheiros e lideranças comunitárias” é executado em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e tem por objetivo capacitar 15.000 profissionais de diferentes conselhos e lideranças comunitárias para a melhor atuação em seu contexto local.

Podem participar lideranças comunitárias e conselheiros que atuam nos seguintes Conselhos: de Segurança; sobre Drogas; Tutelar; dos Direitos da Criança e do Adolescente; da Educação; da Saúde; da Assistência Social; Conselho Escolar; Conselho da Juventude, Idoso, Trabalho, Populações Afrodescendentes, dentre outros.

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{D9C281A9-CF7A-44F1-821B-45ADBE29AF5D}/separacao.gif

Curso de prevenção ao uso de álcool e outras drogas no ambiente de trabalho – Conhecer para Ajudar

Configura-se em uma iniciativa da Senad em parceria com o Serviço Social da Indústria/Departamento Nacional (SESI/DN) e é executado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O curso tem como objetivo capacitar 5.000 profissionais das indústrias/empresas brasileiras, públicas e privadas, distribuídos nas áreas de Saúde e Segurança do Trabalho, Recursos Humanos e demais áreas relacionadas com a temática, bem como aos integrantes das Comissões Internas de Prevenção de Acidentes contribuindo, assim, para o enfrentamento de situações relacionadas ao consumo de álcool e/ou outras drogas no ambiente de trabalho, minimizando as conseqüências a ele associadas, para o trabalho e para a saúde do trabalhador, seus familiares e a sociedade em geral.

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{D9C281A9-CF7A-44F1-821B-45ADBE29AF5D}/separacao.gif

Projeto: Integração de competências no desempenho da atividade jurídica com usuários e dependentes de drogas.

Este projeto tem como objetivo construir respostas intersetoriais nas áreas jurídica, da educação, saúde e assistência social, que cumpram propor soluções interdisciplinares ao enfrentamento do fenômeno drogas em suas diferentes interfaces.

Uma das etapas do projeto é a realização do curso a distância, voltado aos Operadores do Direito e profissionais que atuam na área psicossocial dos Juizados Especiais Criminais – JECs e Varas da Infância e da Juventude – VIJs, com vistas a oferecer as bases teóricas para uma adequada atuação multiprofissional no atendimento aos usuários de drogas, incluindo a articulação com a rede de serviços existente na comunidade. O Curso tem como objetivo avaliar a efetividade da Lei nº11.343/06, em termos de aplicabilidade, encaminhamento aos serviços de tratamento disponíveis, modelos existentes e resultados deste encaminhamento; promover a capacitação dos diferentes atores envolvidos na aplicação da lei, visando ao cumprimento de penas e medidas alternativas, medidas protetivas e medidas socioeducativas, de modo a garantir o aprimoramento do serviço judiciário e diminuição da reincidências. São 15.000 vagas para Operadores de Direito dos Juizados Especiais Criminais e Juizados da Infância e da Juventude, profissionais da área de atenção psicossocial e profissionais da área de segurança pública de todo o Brasil.

data/documents/storedDocuments/{334263AD-A534-4B0E-AD1D-363427828AB4}/{D9C281A9-CF7A-44F1-821B-45ADBE29AF5D}/separacao.gif

Curso de capacitação em conceitos básicos, tratamento e reinserção social para líderes, terapeutas e gestores de comunidades terapêuticas (CTs):

Realizar um curso utilizando a tecnologia de ensino à distância para 5.000 profissionais de CTs do país, visando capacitá-los tanto para a recuperação clínica como para a reabilitação e reinserção social dos usuários de crack e outras drogas atendidos, com a incorporação de princípios decorrentes da melhor evidência científica na área de tratamento desses usuários.

 

 

 

PREVENÇÃO

CAPACITAÇÃO

 

A capacitação de profissionais perpassa os três eixos do Programa Crack é Possível Vencer. São cursos presenciais e a distância dirigidos para diferentes públicos. Educadores de escolas públicas, profissionais da área da saúde, assistência social e segurança pública, juízes, promotores e servidores do Poder Judiciário, conselheiros municipais e gestores de comunidades terapêuticas são o público alvo de cursos que preparam para a prevenção do uso de drogas, acompanhamento, tratamento e reinserção social de dependentes e repressão ao tráfico de drogas.

Além dos cursos na modalidade à distancia, também são realizados cursos presenciais com policiais rodoviários federais que atuam na fiscalização das estradas. De 2012 a 2013, quatro mil agentes devem receber instruções sobre os tipos de drogas mais usadas, os efeitos no corpo humano, as políticas de prevenção e as ações desenvolvidas pelo Poder Judiciário no combate ao tráfico.

Os cursos presenciais também são oferecidos em 52 centros de referências regionais (CRRs) espalhados por todo País, ligados a instituições públicas de ensino superior. O objetivo é formar 15 mil profissionais atuantes nas redes públicas de saúde, assistência social e segurança para agir em suas comunidades no enfrentamento ao crack e outras drogas.

Os profissionais capacitados pelos cursos darão continuidade e sustentabilidade ao Programa Crack, é Possível Vencer, uma vez que a população poderá contar com profissionais aptos a prestarem serviços confiáveis e atualizados na área de drogas. É uma segurança a mais para o cidadão.

Confira a lista com todos os cursos oferecidos:

1. Curso de prevenção do uso de drogas para educadores de escolas públicas

Descritivo: curso de extensão universitária, gratuito, na modalidade de educação a distancia, dirigido a educadores do ensino básico sobre temas referentes à prevenção do uso e abuso de crack e outras drogas no contexto escolar

Público-alvo: educadores da rede básica de ensino. São priorizadas as escolas que fazem parte dos programas Saúde na Escola, Saúde e Prevenção nas Escolas, Mais Educação e Brasil sem Miséria. As escolas localizadas nos estados e municípios que já aderiram ao Programa Crack, é Possível Vencer também serão priorizadas.

Pré-requisito: ser educador, efetivo ou temporário, de escola pública, em exercício em unidades de ensino, realizar a inscrição e confirmar a matrícula dentro do período determinado. É necessário que seja formada equipe de no mínimo 5 e no máximo 10 profissionais por unidade.

Didática: material impresso, tutoria, vídeo-aula e teleconferências.

Total de vagas em 2012: 71 mil para educadores de escolas de todo o País

Carga horária: 180h/aula, sendo 120h/aula de teoria e 60h/aula de prática.

– 120h/aula de teoria para elaboração de projeto de prevenção a ser implementado, de modo prático, na escola. O projeto deve levar em conta a realidade escolar e a sua articulação com os recursos existentes na comunidade.

– 60h/aula: implantação do projeto elaborado pelo grupo de educadores e aplicação do programa Diga Sim à Vida – Turma da Mônica, para crianças, e Turma da Tina e Turma da Mônica Jovem para adolescentes

Duração: 7 meses.

Total capacitado até outubro/2012: 71 mil em capacitação

Meta: capacitar 210 mil educadores até 2014.

Previsão de novas inscrições: 1º semestre de 2013.

Realização: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça em parceria com o Ministério da Educação.

Certificação: certificado de extensão universitária emitido pela Universidade de Brasília (UnB)

Acesse o site do curso

2. Curso SUPERA – Sistema para Detecção do Uso Abusivo e Dependência de Substâncias Psicoativas: encaminhamento, intervenção breve, reinserção social e acompanhamento

Descritivo: curso de extensão universitária, gratuito, na modalidade de educação a distancia. O curso trata sobre técnicas de abordagem; detecção do uso abusivo e dependência de crack, álcool e outras drogas; aconselhamento motivacional; intervenção breve, entre outros temas.

Público-alvo: profissionais de saúde e de assistência social, que atuam no tratamento e reinserção social de usuários de crack, álcool e outras drogas.

Didática: material impresso, tutoria, vídeo-aula e teleconferências.

Carga horária: 120h/aula

Duração: 4 meses.

Total de vagas em 2012: 10 mil. Cerca de 5 mil profissionais concluíram a última edição do curso realizada no primeiro semestre de 2012.

Previsão de novas inscrições: abertura das inscrições em novembro de 2012 com término do curso previsto para abril de 2013.

Meta: capacitar, até 2014, aproximadamente 35 mil profissionais de saúde e assistência social.

Realização: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça em parceria com o Ministério da Saúde e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Certificação: certificado de extensão universitária emitido pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Acesse o site do curso

3. Curso para integração de competências no desempenho da atividade judiciária com usuários e dependentes de drogas

Descritivo: curso de extensão universitária, gratuito, na modalidade de educação a distancia, dirigido à equipe multiprofissional de Juizados Especiais Criminais e Varas da Infância e Juventude, para aplicação adequada da Lei 11.343/06 (Lei de Drogas).

Público-alvo: juízes, promotores, defensores públicos e profissionais que atuam na área psicossocial dos Juizados Especiais Criminais – JECs e Varas da Infância e da Juventude – VIJs.

Didática: material impresso, tutoria, vídeo-aula e teleconferências.

Total de vagas em 2012: 15 mil vagas (curso concluído em julho/2012).

Carga horária: 120h/aula

Duração: 3 meses.

Previsão de novas edições: entre janeiro e maio de 2013.

Meta: capacitar, até 2014, 45 mil operadores do direito e profissionais que atuam na área psicossocial dos JECs e VIJs.

Realização: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça em parceria com a Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

Certificação: certificado de extensão universitária emitido pelas Faculdades de Medicina e de Direito da Universidade de São Paulo (USP)

Acesse o site da última edição do curso.

4. Prevenção ao uso de indevido de drogas – capacitação para conselheiros e lideranças comunitárias

Descritivo: curso de extensão universitária, gratuito, na modalidade de educação a distancia. O objetivo é fortalecer a rede de prevenção do uso de crack, álcool e outras drogas por meio da capacitação dos diversos conselheiros municipais e estaduais e, também, líderes comunitários.

Público-alvo: conselheiros de segurança, sobre drogas, tutelar, dos direitos da criança e do adolescente, de educação, de saúde, de assistência social, da juventude, do idoso, do trabalho, de segurança comunitária; e líderes comunitários atuantes em ações de prevenção ao uso de crack, álcool e outras drogas.

Didática: material impresso, tutoria, vídeo-aula e teleconferências.

Total de vagas em 2012: 40mil vagas.

Carga horária: 120h/aula

Duração: três meses

Previsão de novas inscrições: abertura de inscrições em novembro de 2012.

Meta: capacitar 135 mil conselheiros e lideranças comunitárias até 2014 visando ao fortalecimento da rede de Conselhos Estaduais e Municipais.

Em 2012 foi concluída uma edição do curso com 15 mil vagas.

Realização: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça.

Certificação: certificado de extensão universitária emitido pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Acesse o site da última edição do curso. Você terá acesso às teleconferências e outras informações. (conselheiros.senad.gov.br/)

5. Curso de prevenção do uso de drogas em instituições religiosas e movimentos afins – Fé na Prevenção

Descritivo: curso de extensão universitária, gratuito, na modalidade de educação a distancia, dirigida a lideranças religiosas e movimentos afins. O objetivo é ampliar o conhecimento técnico sobre drogas, qualificar o acolhimento dos membros da comunidade e mobilizar a rede de serviços disponíveis para a prevenção, o tratamento e a reinserção social de usuários e dependentes, bem como o apoio aos familiares.

Público-alvo: lideranças religiosas de diferentes doutrinas e movimentos afins

Didática: material impresso, tutoria, vídeo-aula e teleconferências.

Total de vagas em 2012: 10 mil. Cerca de 5 mil alunos concluíram a última edição do curso realizado no primeiro semestre de 2012.

Carga horária: 120h/aula

Duração: três meses.

Previsão de novas inscrições: abertura das inscrições em novembro de 2012.

Meta: capacitar, até 2014, 35 mil lideranças que atuam no acolhimento de usuários de crack, álcool e outras drogas nos municípios prioritários do Programa “Crack, é possível vencer”

Realização: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça.

Certificação: certificado de extensão universitária emitido pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Acesse o site do curso.

6. Curso de capacitação para comunidades terapêuticas (CTS)

Descritivo: curso de extensão universitária, gratuito, na modalidade de educação a distancia, para capacitação em conceitos básicos, tratamento e reinserção social para líderes, terapeutas e gestores de comunidades terapêuticas (CTs). O foco da capacitação é voltado tanto para recuperação clínica como para reabilitação e reinserção social dos usuários de crack, álcool e outras drogas.

Público-alvo: líderes, terapeutas e gestores de comunidades terapêuticas (CTs)

Didática: material impresso, tutoria, vídeo-aula e teleconferências.

Total de vagas em 2012: 10 mil

Carga horária: 120h/aula

Duração: 4 meses.

Previsão de novas inscrições: novembro de 2012.

Meta: capacitar, até 2014, 15 mil gestores, lideranças, voluntários e profissionais que atuam em Comunidades Terapêuticas.

Realização: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça.

Certificação: certificado de extensão universitária emitido pela Universidade Estadual Paulista (Unesp)

7. Centros Regionais de Referência

Descritivo:  Oferta de cursos presenciais gratuitos, no âmbito de Instituições de Ensino Superior públicas selecionadas a partir de editais de chamamento público, visando à capacitação de profissionais das redes de atenção à saúde e de assistência social, bem como da segurança pública, poder judiciário e Ministério Público, para o atendimento a usuários de crack e outras drogas.

Público-Alvo: Profissionais das redes de saúde, assistência social e segurança pública, do Poder Judiciário, Ministério Público e entidades que atuam no atendimento/apoio a adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas.

Didática: Aulas presenciais.

Carga Horária: 60h

Realização: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas – SENAD, do Ministério da Justiça

8. Educação Integral

Descritivo: O Programa Educação Integral (transformação do Mais Educação) constitui-se como estratégia do Ministério da Educação para induzir a ampliação da jornada escolar e a organização curricular na perspectiva de ampliar a carga horária da educação brasileira.

Realização: Ministério da Educação

9. Programa Saúde na Escola (PSE)

Descritivo: vem contribuir para o fortalecimento de ações na perspectiva do desenvolvimento integral e proporcionar à comunidade escolar a participação em
programas e projetos que articulem saúde e educação, para o enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças, adolescentes e jovens brasileiros.

Realização: Ministério da Saúde e Ministério da Educação

10. Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente em Conflito com a Lei – SINASE

Descritivo: fortalecer por meio da formulação de diretrizes e normas de referência para o atendimento socioeducativo, da formação continuada de profissionais, da produção e divulgação da informação, do apoio à defesa técnica do adolescente, da construção e equipagem de núcleos de atendimento inicial e unidades socioeducativas, do apoio às medidas socioeducativas de meio aberto e da articulação e mobilização institucional e comunitária.

Realização: Secretaria de Direitos Humanos

11. Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte (PPCAAM)

Descritivo: finalidade é proteger, em conformidade com a Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990, crianças e adolescentes expostos a grave ameaça no território nacional.

Realização: Secretaria de Direitos Humanos

12. Núcleos de Formação Continuada de Conselheiros de Direitos e Tutelares – Escolas de Conselhos

Descritivo: Tem como intuito a formação e o aprimoramento de conselheiros de direitos e tutelares, tornando-os capazes de um saber autônomo e de uma ação transformadora no que concerne à proteção integral dos direitos de crianças e adolescentes.

Realização: Secretaria de Direitos Humanos

13. Capacitação de profissionais de segurança pública

Descritivo: a Secretaria Nacional de Segurança Pública coordenou a construção de cursos específicos para qualificar a atuação dos profissionais de segurança pública que atuarão no programa Crack, é possível vencer. São capacitações modulares que totalizam 160 horas, ou quatro semanas, de aulas presenciais.

Público-Alvo:  policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e guardas municipais

Didática: aulas presenciais.

Carga Horária: 160h

Duração: quatro semanas

Realização: Ministério da Justiça

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: